Aprenda a obter renda enquanto assiste a jogos de futebol
Trading esportivo na Copa do Mundo

Trading Esportivo na Copa do Mundo

Os melhores do mundo se enfrentam a cada quatro anos para disputar uma das taças mais cobiçadas da história do futebol mundial: a Taça da Copa do Mundo. Para os jogadores esse é o momento de mostrar o seu talento e até mesmo conseguir destaque internacional, podendo quem sabe atuar em time de fora. Já para os traders, a Copa do Mundo é o momento para realizar investimentos em partidas de alta liquidez.

Mas é preciso ter muita atenção. Afinal, você precisará colocar em prática todo o seu conhecimento teórico sobre investimentos e também saber a hora certa para praticar o back e o lay.

História da Copa do Mundo

Assim que a Federação Internacional do Futebol (FIFA) nasceu, em 1904, começou a se pensar em uma competição que unisse o maior número possível de seleções de uma única vez. A Copa do Mundo só nasceu 16 anos mais tarde, em 1930, idealizada pelo francês Jules Rimet.

A primeira sede do Mundial foi o Uruguai, que possuía o título olímpico no esporte e comemora, naquele ano, os 100 anos de sua independência. No entanto, nem todos gostaram do local escolhido pela Federação, especialmente por conta dos problemas financeiros que a Europa enfrenta após a recessão e pela quebra da bolsa de Nova Iorque — o que fazia a viagem muito custosa para equipes e jogadores

No primeiro ano, foram 13 seleções convidadas para o torneio, mas apenas quatro europeias (Iugoslávia, França, Romênia e Bélgica). Além deles, Brasil, Chile, Uruguai, Peru, México, Estados Unidos, Bolívia, Argentina e Paraguai.

O time canarinho não foi nada bem e acabou apenas na sexta colocação. A final foi entre a seleção anfitriã e a Argentina. O time da casa venceu de virada por 4 a 2 e o governo do país decidiu decretar feriado nacional no dia seguinte para que todos os moradores pudessem comemorar a vitória.

Conheça as edições da Copa

De 1930 a 2018 muita coisa mudou e a Copa do Mundo foi se adaptando aos grandes jogadores, infraestrutura cada vez maior e mais cara e também as disputas cada vez mais equilibradas.

Copa da Itália

Em 1934, a Itália foi a sede do Mundial, o que fez com que o Uruguai optasse por não participar. Ao todo foram 16 equipes classificadas. Nesta Copa as preliminares aconteceram pela primeira vez e dos 32 países que pretendiam viajar à Itália, apenas a metade conseguiu esse feito.

A Copa da Itália foi também a primeira a ser transmitida ao vivo via rádio por 12 países e seus jogos disputados em oito localidades diferentes. O Brasil decepcionou de novo e foi mandado de volta pra casa pela Espanha ainda na primeira fase.

A final aconteceu entre a Azzurra e a Tchecoslováquia com vitória também do time da casa, mas dessa vez na prorrogação.

Copa da França

Quatro anos mais tarde a França recebia sua primeira edição do Mundial. Ao todo foram 15 seleções participantes, sendo que a Espanha e a Áustria (na época anexada à Alemanha) não disputaram. as nações sul-americanas, apenas o Brasil carimbou o passaporte para a França.

O destaque dessa competição se dava pelo furor político, pois a iminência da Segunda Guerra era forte e Alemanha e Itália viviam regimes nazista e fascista, o que fez com que as duas seleções fossem muito vaiadas na competição.

Foi na França que o Brasil começou a se destacar em Copas, protagonizando uma partida histórica com a Polônia, vencida por 6 a 5. Na época contávamos com o artilheiro Leônidas da Silva, conhecido popularmente como Diamante Negro. Mais tarde, já nas quartas, o destaque não foi tão positivo, a partida entre Brasil e Tchecoslováquia foi tão violenta que três jogadores expulsos e a fartura do goleiro do time europeu. Mesmo avançando, o time canarinho foi eliminado pela Itália na semifinal.

Já na disputa pelo terceiro lugar, vencemos a Suécia! Copas de 1942 e 1946

Provavelmente você deve estar estranhando esses anos como os de Copa, a verdade é que duas edições deveriam acontecer, mas a Segunda Guerra Mundial impediu que as seleções conseguissem conquistar o troféu.

O curioso é que a Itália, última campeã, ficou responsável por deixar o título em segurança. Ottorino Barassi, vice-presidente da FIFA, colocou-o em uma caixa de sapatos guardada embaixo de sua cama até 1950, quando o troféu foi renomeado com o nome do idealizador da Copa.

Copa do Brasil

Quando voltou a ser disputada, a Copa do Mundo teve sede no Brasil, em 1950. Foi por conta dela que construímos o Maracanã, até então maior estádio do mundo. A seleção canarinha o inaugurou na abertura contra o México, vencendo por 4 a 0.

O favoritismo do Brasil era enorme e o sistema incomum de disputa parecia favorecer ainda mais o time da casa. No entanto, na final o Uruguai venceu a seleção canarinha diante de mais de 200 mil pessoas. Os títulos brasileiros chegaram em 1958 (Suécia), 1962 (Chile), 1970 (México), Estados Unidos (1994) e 2002 (Coréia do Sul e Japão).

As edições seguintes da Copa do Mundo aconteceram em 1954 (Suíça), 1958 (Suécia), 1962 (Chile), 1966 (Inglaterra), 1970 (México), 1974 (Alemanha), 1978 (Argentina), 1982 (Espanha), 1986 (México), 1990 (Itália), 1994 (Estados Unidos), 1998 (França), 2002 (Coréia do Sul e Japão), 2006 (Alemanha), 2010 (África do Sul) e 2014 (Brasil).

Principais Seleções

Claro que as Campeãs têm destaque na Copa do Mundo, mas assim como acontece no trading esportivo, analisar as últimas edições é essencial para saber quais delas se destacam. Entre as mais conhecidas estão Brasil, Alemanha, Espanha, França, Inglaterra, Argentina, Uruguai e Portugal.

Aprenda a obter renda enquanto assiste a jogos de futebol